domingo, 5 de abril de 2009

Crise? Não no Habib's!


O fantasma da crise continua assombrando o mercado mundial. Em todos os setores houve uma considerável queda nas vendas. As empresas se obrigaram a levantar os preços para ter uma lucratividade maior. Mas será que isso basta para se manter vivo no mercado?

O Habib's, uma das maiores redes de fast-food do mundo, pensou diferente e preferiu arriscar.

As esfihas, que são o "carro-chefe" da empresa, há dois anos custavam R$ 0,79 (no Brasil), e com a crise eles resolveram baixar o preço para R$ 0,49 para alavancar as vendas. Essa medida foi tomada em março. Como resultado, eles venderam 20% a mais do que março do ano passado.

Alberto Saraiva, presidente e fundador do Habib's, em entrevista ao programa Show Business, conta que a compra de uma esfiha sempre vem acompanhada de outros itens, e é aí que eles lucram.
-
Quando alguém vai ao Habib's, dificilmente compra apenas esfihas. Eles pedem um refrigerante, uma pizza, ou vão com amigos, e as pessoas consomem coisas diferentes. - Explica Alberto.

Esse é mais uma ação de marketing que deu certo, graças a percepção aguçada de empreendedores natos.
Criatividade, ousadia e feeling são os ingredientes para o sucesso. Com certeza, quem tiver essas três qualidades vai se dar muito bem nos negócios. Fica a dica para quem pensa grande, e deseja se tornar um grande empreendedor: O Rei da Mídia!

13 comentários:

  1. esse rei da Mídia é um grande empreendedor, hein! hsuahsuahsus

    ResponderExcluir
  2. Rei da Mídia é uma expressão que representa uma independência, importância e até grandiosidade em relação aos MCM. Utilizei como nome para o meu blog, por essa questão da independência (no momento). Mas em momento algum eu falei "Eu sou o Rei da Mídia!"
    Logo, seu comentário IRÔNICO não faz sentido!

    sacô, brotha?
    uiehuiaehuiaehuiaheuieahuiheauiheui

    ResponderExcluir
  3. Desculpe pela ironia, venho através deste pedir minhas humildes desculpas e mencionar que o fato do habib's crescer significativamente nos últimos anos, deve-se as excelentes estrtégias utilizadas, tanto no ramo comunicacional qnto empreendedor, vemos assim como consolidar uma grande marca, e melhor ainda, como deixar essa marca no topo!

    ResponderExcluir
  4. Ok, tá absolvido.
    xD

    uehuaehuiae

    ResponderExcluir
  5. Que desculpa esfarrapada hein Steve... você não é independente. E certamente tem duplo sentido o nome do teu blog.

    ResponderExcluir
  6. Ok, Jean
    uHEUIAHUIEAHUIHAEUIHAEUIHUIAEH

    Além das aulas de sinuca, agora quer que eu te dê aulas sobre o conceito de independência?
    Meu blog é sim independente, ninguém me ajuda com ele, não escrevo com a preocupação de melhorar ou denegrir a imagem de ninguém. Enfim, vários fatores mostram essa independência. Você está confundindo com influência... Influenciados, todos nós somos, pela nossa formação e tudo mais.. mas não é isso que meu blog quer passar.
    Já sobre a ambiguidade sugerida no blog, fica a critério de vocês críticos. Pra mim não vai mudar nada...

    Agora parem de comer palhacitos...
    aeheauiheaiuhiueahuiaehuae

    ResponderExcluir
  7. Voce sim, como a maioria das pessoas confundem o conceito de independência. Para começar você necessita do google para manter seu blog... ou será que você possui um servidor próprio? Também depende do público para que o blog tenha vida. Depende da sua prestadora de serviços de internet para poder publicar algo na internet, ou de algum estabelecimento com acesso a internet. Não ter ninguém apoiando ou corroborando com matérias no seu blog não é sinal de independência.

    De seu amigo Troll.

    ResponderExcluir
  8. Troll? Tá inspirado hoje, hein!
    euaHEAUIHAEUIhEAUIHAEUIHAUIEHUIAEHUIAEHUIH

    Não sei no que essa filosofia de boteco vai dar...
    Se levar em consideração todo esse montante de fatores, podemos ficar discutindo a vida toda. Se for assim, nada e nem ninguém é independente. O Brasil proclamou a independência, mas mesmo assim continua dependendo de outros países. Você pode ganhar seu dinheiro, pagar suas contas e tudo mais, e ainda assim vai ser dependente do seu dinheiro e de serviços que vá utilizar.

    Contudo, o conceito de independência, do qual eu estou me servindo como alicerce pro meu blog, e que é o MAIS UTILIZADO, é o de não ter nenhum VÍNCULO contratual e financeiro com qualquer pessoa física ou jurídica.

    Quando uma banda lança um CD independente, não quer dizer que eles não dependeram de ninguém para produzí-lo, e sim que não tiveram apoio financeiro e nem estão ligados a nenhuma gravadora.

    Capiche?

    ResponderExcluir
  9. Continuando a conversa de boteco... Eu entendi seu ponto de vista. So estava discordando de vocẽ por discordar. Você é indenpendente no sentido que não é mandado por ninguém, não tem chefe nem redator fora você próprio. Quanto ao resto, de fato ninguém é independente... chamam essa coisa de globalização. O unico ser completamente independente é Deus.

    =D

    ResponderExcluir
  10. Aí depende se você acredita em Deus ou não... Pra quem não acredita, Deus foi criado para manipular as pessoas. Mas não vamos discutir religião, né?!
    Só um comentário.
    hehe

    De qualquer forma, sintam-se livres para fazer críticas ao blog. Um debate sempre é bem vindo!

    ResponderExcluir
  11. Uma coisa interessante sobre religião é... todo mundo culpa a Deus por todo o mal que existe no mundo. Mas nem sequer leem a primeira pagina da biblia para ver o que ele tem a dizer sobre o assunto.

    A clara visão atéia parte da premissa que Deus é o governante de todo o universo e que por isso ele é o culpado de tudo, mas como Deus é bom chegasse numa contradição... então afirmam que ele simplesmente não existe e preferem acreditar numa teoria sem fundamento de um famoso evolucionista. (Chamam isso de lógica)

    Mas se os caros que se dizem intelectuais lessem um pouquinho a biblia veriam que logo em Genesis o Diabo desafia o modo de Deus governar, logo Deus dá um tempo para que ele prove a sua afirmação, e ele deixa claro o comando de dele sobre o mundo em 1João 5:19.

    Então eu fico perplexo quando chamados lideres religiosos dizem que alguem morreu por que Deus queria um anjo no ceu e bla bla bla... parece que não leram Tiago 1:13 que derruba essa ideia.

    Penso que muitas pessoas deixaram de crer em Deus por convêniencia de não ter que prestar contas a ninguém (isso na mente delas) ou despontados com doutrinas ilogicas, como eu citei acima, propagadas por pessoas que se dizem religiosas.

    Pelo menos para mim a fé não é algo cego, é algo que exige muita pesquisa...

    De seu amigo Troll

    ResponderExcluir
  12. Independente futebol clube aqui é o repressor, Editor-chefe, Criador, Pai , ou que nome queira chamar........... faz como o godoy --- pau nelles !!!!! kkkkkkkkkkk do migo de siempre e a própria teoria do darwing está sim ligada ao criacionismo, porque toda evolução dos primatas veio de uma só especie.........então Deus criou essa especie que evolui e se tranformou atraves dos pensamentos a sua imagem;

    ResponderExcluir
  13. Qualquer um que considere a biblia um livro inspirado por Deus discorda disso. A teoria da evolução não se encaixa com a biblia(apesar de teologos e o vaticano insistentemente tentarem fazer isso). Qualquer um que ler Genesis 1 ve que não há possibilidade de encaixe. Agora, quem taxar Genesis 1 de mito não se pode dizer religioso, pois em varias outras passagens a biblia faz menção a criação. E em 2Timoteo 3:16 a propria biblia diz que ela inteira é inspirada e proveitosa.

    Então ou você acredita que a vida foi produto de um incrivel acaso, formando um universo absurdamente complexo, cheio de detalhes e coisas inexplicavelmente maravilhosas, ou você acredita que tudo foi criado por Deus, inclusive o ser humano como é hoje. Não existe ficar em cima do muro.

    ResponderExcluir